Artigo – O Bom Escrevente – Arthur Del Guércio Neto.

    Receba gratuitamente a minha e-apostila!

    “10 Artigos Legais Essenciais para conhecer o Direito Notarial e Registral”

    Cadastre-se:



      Receba gratuitamente a minha e-apostila!

      “10 Artigos Legais Essenciais para conhecer o Direito Notarial e Registral”

      Autor: Arthur Del Guércio Neto

      Em inúmeros artigos abordamos assuntos notariais e registrais relevantes, tratando quase sempre das figuras dos tabeliães e oficiais de registro, os quais são os responsáveis pela prestação do serviço público a eles delegado, após aprovação em concurso público.

      No entanto, o intuito do presente artigo é enaltecer aquelas figuras que compõem o quadro funcional de um cartório: estagiários, auxiliares, escreventes e substitutos. Sem a colaboração dessas importantes pessoas, nenhum notário ou registrador conseguiria trabalhar; pode-se dizer com  tranquilidade que são o motor do cartório!

      Os estagiários têm como missão, além de aprender, ser um ponto de apoio à prestação do serviço; função análoga, mas regrada juridicamente de maneira distinta, compete aos auxiliares, os quais são responsáveis pela preparação de incontáveis atos notariais e registrais, que serão lavrados e praticados pelas figuras citadas no parágrafo a seguir.

      Os escreventes praticam os atos autorizados pelo tabelião ou oficial de registro, e até por isso são popularmente conhecidos como “escreventes autorizados”. Aqueles colaboradores que gozam de maior confiança, são nomeados substitutos e agem em território laboral inerente aos titulares, praticando todo e qualquer ato de competência da especialidade.

      Sim, tais figuras são as responsáveis pelo bom andamento do cartório, com excelência, o que implica em fazer muito mais do que aquilo que se espera de um trabalhador comum. Foi-se o tempo em que laborar no cartório era sinônimo de bater carimbo; atualmente há um verdadeiro aconselhamento, assessoramento jurídico e até mesmo pessoal.

      É comum os escreventes se tornarem amigos e confidentes das pessoas que atendem, pois o vínculo é de singela confiança. A arte de ouvir torna-se crucial. Após a atenta oitiva, orientar o melhor caminho a trilhar.

      Que notários e registradores valorizem cada vez mais suas equipes, as quais são a sua voz, corpo e ação no atendimento ao público, uma relação de umbilical colaboração.

      Arthur Del Guércio Neto – Tabelião de Notas e Protestos em Itaquaquecetuba. Especialista em Direito Notarial e Registral. Especialista em Formação de Professores para a Educação Superior Jurídica. Escritor e Autor de Livros. Palestrante e Professor em diversas instituições, tratando de temas voltados ao Direito Notarial e Registral. Coordenador do Blog do DG (www.blogdodg.com.br)

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

      Últimas postagens

      Últimas postagens

      Últimas postagens