VARIEDADES

DG Entrevista - Izolda Andréa de Sylos Ribeiro.
img


Nome Completo: Izolda Andréa de Sylos Ribeiro

Profissão: Registradora Civil das Pessoas Naturais

Data de Nascimento: 30 de maio de 1979

Site/Redes Sociais: Instagram: @izoldasylos - Facebook: Izolda Ribeiro - Twitter: @IzoldaSylos

Time de Futebol: Corinthians (mas só por influência paterna, não entendo nada de futebol)

Hobby: Livros (muitos) 

Uma música: Dream on - Aerosmith

Um ídolo: Jesus Cristo

1-) Qual o maior benefício da atuação dos cartórios (serventias extrajudiciais) para a sociedade brasileira?

O maior benefício é a capilaridade. Os cartórios estão em todos os municípios do país, por menores que sejam sempre há um Cartório, que acaba atuando para a população daquela localidade como um orientador jurídico, quando não consegue resolver a situação encaminha a pessoa para o profissional competente como os advogados, defensores públicos, promotores, contadores, e tantos outros. As Serventias Extrajudiciais acabam atuando na sociedade como um grande balcão de informação e de resolução de questões jurídicas e pessoais.

2-) Dentre os atos praticados pelos cartórios, destaque um que considere de maior relevância.

Fica difícil escolher apenas um, pois todos os atos se revestem de segurança jurídica. A atuação do registrador e do notário está sempre pautada na prevenção de litígios e na melhor orientação jurídica das partes. Através dos cartórios os atos neles realizados passam a ser dotados da fé pública, que garante aos interessados e a terceiros segurança nos negócios e nos atos da vida civil, e a publicidade das situações jurídicas.

3-) Se pudesse mudar algo na atividade notarial e registral, o que seria?

Ainda hoje muitas pessoas acreditam que somos um mal que precisa ser extinto, que somos burocráticos. Mas em verdade isso tudo é falta de informação do que os Cartórios podem fazer pela população: serviços gratuitos que conferem cidadania, rapidez na resolução de inventários e divórcios extrajudiciais, segurança nas negociações patrimoniais, rapidez no atendimento em geral, modernização dos procedimentos com atendimentos e entregas de certidões nos meios virtuais, entre tantos outros. Acredito que podemos mudar essa visão com nosso trabalho diário.

4-) Deixe uma mensagem para os leitores do Blog do DG que são admiradores de sua atuação.

Para os colegas que já estão trabalhando na área persistam com esse amor que todos nós nutrimos pelo extrajudicial. Temos momentos difíceis sim, mas a recompensa em entregar um serviço de excelência à população supera todas as dificuldades. Somos fortes juntos e estamos fazendo um grande trabalho pela sociedade brasileira.

Para aqueles que ainda estão estudando para o concurso do extrajudicial não desanimem com alguns percalços, sigam firmes nos estudos e a recompensa virá. E ao assumir a Serventia, escute as pessoas que buscam seu balcão, você aprenderá mais com elas do com qualquer livro de direito.

Marcos Antonio Nascimento
10/01/2020

Uau. Muito boa entrevista! E que fechamento! Parabéns Isolda. Sinto orgulhO EM SER SEU COLEGA NA Pós da USP RIBEIRÃO!

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são obrigatórios!